Erich von Stroheim

Erich von Stroheim
diretor
Erich von Stroheim nasceu em Viena, na Áustria, em 1885, como Erich Oswald Stroheim, filho de Benno Stroheim, criador de chapéus de classe média, e Johanna Bondy, ambos judeus observantes. Stroheim emigrou para a América no final de 1909. Na chegada a Ellis Island, ele afirmou ser o conde Erich Oswald Hans Carl Maria de Stroheim und Nordenwall, filho da nobreza austríaca como os personagens que ele criava em seus filmes, mas o agente Paul Kohner alegou que ele falava com um sotaque decididamente austríaco de classe baixa.
São Paulo Brasil

Assistir FIlmes Online Gratis de Erich von Stroheim

Erich von Stroheim, filmes de Erich von Stroheim, filmes de Erich von Stroheim online, filmes de Erich von Stroheim dublado, filems de Erich von Stroheim legendado, completo, portugues, pt, br, filme, download, torrent, assistir Erich von Stroheim, assistir filmes de Erich von Stroheim, assistir filmes de Erich von Stroheim online, cinema livre, cinemalivre, pt, br, antigo, classico, download, torrent, gratuito, gratis, filme online, classico, antigo, filme, movie, free, full, gratis, complete, film

Biografia de Erich von Stroheim

Biografia de Erich von Stroheim, Biografia de Erich von Stroheim completa, Filmografia de Biografia de Erich von Stroheim, Filmografia online de Biografia de Erich von Stroheim, filmes de Erich von Stroheim, filmes de Erich von Stroheim online, filmes de Erich von Stroheim dublado, filems de Erich von Stroheim legendado, completo, portugues, pt, br, filme, download, torrent, assistir Erich von Stroheim, assistir filmes de Erich von Stroheim, assistir filmes de Erich von Stroheim online, cinema livre, cinemalivre, pt, br, antigo, classico, download, torrent, gratuito, gratis, filme online, classico, antigo, filme, movie, free, full, gratis, complete, film

Tudo sobre Erich von Stroheim

Biografia de Erich von Stroheim, Biografia de Erich von Stroheim completa, Filmografia de Biografia de Erich von Stroheim, Filmografia online de Biografia de Erich von Stroheim, filmes de Erich von Stroheim, filmes de Erich von Stroheim online, filmes de Erich von Stroheim dublado, filems de Erich von Stroheim legendado, completo, portugues, pt, br, filme, download, torrent, assistir Erich von Stroheim, assistir filmes de Erich von Stroheim, assistir filmes de Erich von Stroheim online, cinema livre, cinemalivre, pt, br, antigo, classico, download, torrent, gratuito, gratis, filme online, classico, antigo, filme, movie, free, full, gratis, complete, film

Filmografia de Erich von Stroheim

Filmografia de Erich von Stroheim, Biografia de Erich von Stroheim completa, Filmografia de Biografia de Erich von Stroheim, Filmografia online de Biografia de Erich von Stroheim, filmes de Erich von Stroheim, filmes de Erich von Stroheim online, filmes de Erich von Stroheim dublado, filems de Erich von Stroheim legendado, completo, portugues, pt, br, filme, download, torrent, assistir Erich von Stroheim, assistir filmes de Erich von Stroheim, assistir filmes de Erich von Stroheim online, cinema livre, cinemalivre, pt, br, antigo, classico, download, torrent, gratuito, gratis, filme online, classico, antigo, filme, movie, free, full, gratis, complete, film

Erich von Stroheim, filmes de Erich von Stroheim, Erich von Stroheim filmes, filmes online de Erich von Stroheim, biografia de Erich von Stroheim, filmografia de Erich von Stroheim, vida de Erich von Stroheim, cinema livre
Erich Oswald Stroheim
Nascimento: 22 de setembro de 1885
Falecimento: 12 de maio de 1957 (71 anos)
Origem: Vienna, Austria-Hungria (Hoje Austria)
Erich von Stroheim nasceu em Viena, na Áustria, em 1885, como Erich Oswald Stroheim, filho de Benno Stroheim, criador de chapéus de classe média, e Johanna Bondy, ambos judeus observantes.

Stroheim emigrou para a América no final de 1909. Na chegada a Ellis Island, ele afirmou ser o conde Erich Oswald Hans Carl Maria de Stroheim und Nordenwall, filho da nobreza austríaca como os personagens que ele criava em seus filmes, mas o agente Paul Kohner alegou que ele falava com um sotaque decididamente austríaco de classe baixa.

Em 1914 ele já estava trabalhando em Hollywood. Começou a trabalhar em filmes em pequenos papéis e como consultor em cultura e moda alemã. Seu primeiro filme, em 1915, foi The Country Boy, no qual ele não tinha crédito. Seu primeiro papel creditado veio em Old Heidelberg.

Ele começou a trabalhar com D. W. Griffith, assumindo papéis não creditados em Intolerância. Além disso, Stroheim atuou como um dos muitos diretores assistentes de Intolerância, um filme lembrado em parte por seu enorme elenco de extras.

Mais tarde, com a entrada dos Estados Unidos na Primeira Guerra Mundial, ele interpretou vilões alemães em filmes como Sylvia of the Secret Service (1917) e The Hun Within (1918). Em The Heart of Humanity (1918), ele rasga os botões do uniforme de uma enfermeira com os dentes, e quando perturbado por um bebê chorando, joga-o para fora de uma janela.

Depois do fim da guerra, Stroheim voltou a escrever e depois dirigiu seu próprio roteiro Maridos Cegos (1919). Ele também estrelou o filme. Como diretor, Stroheim era conhecido por ser ditatorial e exigente, muitas vezes antagonizando seus atores. Ele é considerado um dos maiores diretores da era silenciosa, criando filmes que representam visões cínicas e românticas da natureza humana.

Seus próximos esforços de direção foram os filmes perdido The Devil's Pass Key (1919) e Foolish Wives (1922), no qual ele também estrelou. O Estúdio de Foolish Wives afirmou que este foi o primeiro filme a custar um milhão de dólares.

Em 1923, Stroheim começou a trabalhar no Merry-Go-Round. Ele lançou o ator americano Norman Kerry como o conde Franz Maximilian von Hohenegg. Entretanto, Irving Thalberg, executivo de estúdio, demitiu Stroheim durante as filmagens e substituiu-o pelo diretor Rupert Julian.

Um dos trabalhos mais lembrados de Stroheim como diretor foi Greed, uma filmagem detalhada do romance McTeague de Frank Norris. Stroheim queria há muito tempo fazer uma versão cinematográfica do livro. Ele originalmente pretendia que fosse uma reprodução altamente detalhada do original, filmado principalmente nos locais descritos no livro em San Francisco e Death Valley.

Na primeira finalização das filmagens a versão original do filme tinha surpreendentes 10 horas. Sabendo que essa versão era muito longa, Stroheim cortou quase metade das filmagens, reduzindo-a a uma versão de seis horas para ser exibida durante duas noites.

Ainda era considerado muito longo, então Stroheim e o diretor Rex Ingram o editaram em uma versão de quatro horas que poderia ser mostrada em duas partes. No entanto, no meio da filmagem, Goldwyn foi comprado por Marcus Loew e fundiu-se em Metro-Goldwyn-Mayer. Depois de rejeitar as tentativas de Stroheim de cortá-la a menos de três horas, a MGM removeu Greed de seu controle e deu-o ao roteirista principal June Mathis, com ordens para cortá-lo para um comprimento gerenciável.

Mathis deu o filme a um editor do estúdio, que reduziu a 2,5 horas. No que é considerado uma das maiores perdas na história do cinema, um zelador destruiu as imagens cortadas. A versão abreviada foi um fracasso de bilheteria, e foi furiosamente repudiada por Stroheim.

Em particular, ele culpou Mathis por destruir seu projeto preferido. No entanto, Mathis tinha trabalhado com Stroheim antes e há muito o admirava, por isso não é provável que ela teria massacrado indiscriminadamente seu filme. O filme foi parcialmente reconstruído em 1999 pelo produtor Rick Schmidlin, usando as imagens existentes misturadas com fotografias ainda sobreviventes, mas Greed passou para a lenda do cinema como uma obra-prima perdida.

Stroheim seguiu com um projeto comercial, A Viúva Alegre (1925) seu filme mais bem sucedido comercialmente e o mais pessoal Marcha Nupcial (1928) e o agora perdido Lua de Mel (1930).

A falta de vontade ou a incapacidade de Stroheim de modificar seus princípios artísticos para o cinema comercial, sua extrema atenção aos detalhes, sua insistência na quase total liberdade artística e os custos resultantes de seus filmes o levaram a brigas contra os estúdios. Com o passar do tempo ele recebeu menos oportunidades de direção.

Em 1929, Stroheim foi demitido como o diretor do filme Minha Rainha, após desentendimentos com a estrela Gloria Swanson e o produtor e financista Joseph P. Kennedy sobre os custos de montagem do filme e algumas opções artisticas de Stroheim.

Depois de Minha Rainha e Alô, Belezas! (1933), um projeto do qual Stroheim também foi demitido, Stroheim voltou a trabalhar principalmente como ator, tanto em filmes americanos quanto franceses. Ele apareceu como estrela convidada na série de televisão Orient Express de 1953 no episódio intitulado The Man of Many Skins.

Trabalhando na França na véspera da Segunda Guerra Mundial, Stroheim estava preparado para dirigir o filme La dame blanche de sua própria história e roteiro. Jean Renoir escreveu o diálogo, Jacques Becker seria assistente de direção e Stroheim, Louis Jouvet e Jean-Louis Barrault seriam os atores em destaque. A produção foi impedida pelo estouro da guerra no 1º de setembro de 1939, e Stroheim retornou aos Estados Unidos.

Stroheim é talvez mais conhecido como um ator por seu papel como Rauffenstein em A Grande Ilusão (1937) de Jean Renoir e como Max von Mayerling em Crepúsculo dos Deuses (1950) de Billy Wilder. Para o último filme, que co-estrelou Gloria Swanson, Stroheim foi nomeado para o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante.

Trechos do filme de Stroheim Minha Rainha foram usados no filme. O personagem Mayerling afirma que ele costumava ser um dos três grandes diretores da era silenciosa, juntamente com D. W. Griffith e Cecil B. DeMille; Muitos críticos de cinema concordam que Stroheim foi realmente um dos grandes diretores. O personagem de Stroheim em Sunset Boulevard teve assim uma base autobiográfica que refletia as humilhações sofridas durante sua carreira.

Stroheim casou-se três vezes. Casou-se com Margaret Knox de 1913 a 1915. Seu segundo casamento foi com Mae Jones de 1916 a 1919. Ele nunca se divorciou de sua terceira esposa Valerie Germonprez, embora tenha vivido com a atriz Denise Vernac, de 1939 até sua morte. Vernac também estrelou com ele em vários filmes.

Dois filhos de Stroheim também trabalharam na área de cinema: Erich Jr. (1916-1968) como assistente de direção e Josef (1922-2002) como editor de som.

Stroheim passou a última parte de sua vida na França, onde seu trabalho no cinema-mudo tinha sido muito admirado por artistas na indústria cinematográfica francesa. Na França, atuou em filmes, escreveu vários romances publicados em francês e trabalhou em vários projetos cinematográficos não realizados. Ele foi premiado com a Legião de Honra francesa pouco antes de sua morte.

Em 1956, Stroheim começou a sofrer dores nas costas severas que foram diagnosticadas como câncer. Ele acabou ficando paralisado e faleceu em seu castelo no dia 12 de maio de 1957 com 71 anos de idade, acompanhado por sua amante de longa data, Denise Vernac.
Mostrar mais:
MAIS ACESSADOS
Cinco Covas no Egito
Billy Wilder
Estados Unidos/1943

Em 1942, após ser derrotado pelas tropas de Rommel, no Egito, o exército britânico bate em retirada deixando um único sobrevivente na fronteira com o Egipto, John J. Bramble, um militar que se refugia num hotel situado num oásis do deserto do Saara, que se tornou um quartel-general alemão. Para não morrer, Bramble assume uma identidade que é perigosa, pois o novo hóspede é exatamente Rommel, que tem como estratégia algo chamado de "cinco covas".
Intolerância
D. W. Griffith
Estados Unidos/1916

O filme mostra quatro histórias que contam casos de intolerância: na Babilônia; na França, durante o massacre da noite de São Bartolomeu; na Judeia, na época da crucificação de Cristo; e nos Estados Unidos na época em que o filme foi realizado, sendo que as histórias são interligadas pela dramatização de um poema de Walt Whitman.
Marcha Nupcial
Erich von Stroheim
Estados Unidos/1928

Prince Nikki (Erich von Stroheim), o tenente da guarda em Viana antes da Primeira Guerra Mundial está agora falido, e as únicas saídas que tem são se matar ou casar-se com alguma mulher rica. Mas ele acaba se apaixonando pela pobre Mitzi (Fay Wray), indo contra o desejo de seus pais.
POSIÇÂO NO RANKING
Posição Filme Média
254° Cinco Covas no Egito (1943) 8.11
370° Marcha Nupcial (1928) 7.29
374° Intolerância (1916) 7.25
Filmes disponíveis (por data)
©2014-2019. Cinema Livre.